Página Inicial Facebook Twitter Instagram YouTube WebMail

Workshop

Workshop debate a agronomia no desenvolvimento do país

Postado em: 20/10/2017

A agronomia e o seu papel no desenvolvimento nacional foram discutidos no workshop “Agronomia e Desenvolvimento Econômico e Social do Brasil” realizado pelo Senge-MG, em parceria com a Embrapa e o Crea-MG, no dia 16 de outubro, na sede da Embrapa Milho e Sorgo, em Sete Lagoas/MG.

Segundo o presidente da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), Rui Verneque, as instituições de ciências e tecnologia, juntamente com o Sistema Nacional de Pesquisa Agropecuária (que envolve universidades, a Epamig e instituições estaduais), tem transferido tecnologia para os produtores agrícolas. Com isso, aumentou a eficiência do modelo de agricultura tanto para o abastecimento interno, quanto para a exportação. “Hoje a agricultura representa a mola propulsora do desenvolvimento do país. Minas Gerais, sobretudo. 30% do PIB do estado vem do agronegócio”.

 


O presidente da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), Rui Verneque, foium dos palestrantes

 

O ex-ministro da Agricultura, Alysson Paulinelli, também concorda que a tecnologia é uma das responsáveis pelo crescimento da agricultura brasileira. “Essa tecnologia hoje possibilita ganhos de produtividade anual cada vez maiores. Isso é muito importante para nós porque estamos exatamente conseguindo usar os biomas que antes não eram capazes de competir. E nós somos competitivos e, mais do que isso, a nossa agricultura é sustentável.”

Um outro fato que também contribui para o crescimento da agricultura, segundo o ministro, é o mercado. “Ninguém cresce em produção se não tem mercado. E hoje ele é altamente favorável. Nós estamos crescendo a níveis bem mais altos que crescíamos em décadas anteriores e, com isso, o primeiro sintoma que nós temos é a demanda em alimentos.”

 


O ex-ministro da Agricultura, Alysson Paulinelli, proferiu palestra no evento

 

Clima

Mesmo com os avanços tecnológicos fatores como o clima, por exemplo, podem afetar a safra, como aconteceu em anos passados, em que houve falta de chuva e uma grande quebra na safra de milho no Brasil. A boa notícia, de acordo com o economista da Embrapa, Rubens Miranda, é que houve recorde na safra de grão de milho neste ano. “Os preços estão diminuindo menos do que se esperava. As exportações voltaram a crescer, apesar do início do ano bem deprimido. Mas agora, principalmente a partir de agosto, as exportações estão muito boas”, comenta.

 


 O economista da Embrapa, Rubens Miranda, disse que as exportações no setor agrícola voltaram a crescer

 

Workshop

O workshop contou com três palestras “Agricultura em tempos de crise", "O Brasil Agrícola de ontem hoje e amanhã" e "A política agrícola no cenário atual”, e contou, ainda,  com espaço para debate e a mesa “O papel do agrônomo no desenvolvimento do agronegócio”.

O evento foi esclarecedor para a estudante de agronomia da UFSJ, Júlia Torres. “Abriu minha visão sobre a função do agrônomo, as coisas que ele pode ou não fazer.”

 


A mesa “O papel do agrônomo no desenvolvimento do agronegócio” fez parte da programação

 

Enviado por: Carol Diamante

Cadastre-se e receba o Senge Online, a newsletter semanal do Senge-MG.

* Nome:
* E-mail:
* Empresa:
Telefone:
Código:

NEGOCIAÇÕES COLETIVAS

Selecione o ano:

ACORDOS E CONVENÇÕES

SINDICATO DE ENGENHEIROS NO ESTADO DE MINAS GERAIS

Rua Araguari, 658 • Barro Preto • BH / MG
CEP: 30190-110
(31) 3271 7355 • (31) 3546 5151

Negociações Coletivas:
(31) 3271-7355 | E-mail: nc@sengemg.com.br
Página Inicial Facebook Twitter Instagram YouTube WebMail
2017, SENGE MG - SINDICATO DE ENGENHEIROS NO ESTADO DE MINAS GERAIS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS