Página Inicial Facebook Twitter Instagram YouTube WebMail

SIIA

Entidades da Engenharia discutem implicações positivas e negativas da Inteligência Artificial

Postado em: 12/07/2019

 


A mesa de abertura do SIIA foi formada pelos representantes das entidades que representam a Engenharia

As implicações positivas e negativas da inteligência artificial no mundo do trabalho foram discutidas por engenheiros, acadêmicos do Brasil e de países europeus e membros das instituições que representam a engenharia, nos dias 10 e 11 de julho, durante o “Seminário Internacional de Inteligência Artificial (SIIA) e suas implicações no mundo do trabalho”, que aconteceu na sede do Crea-MG.

O Seminário foi realizado pelo Sindicato de Engenheiros no Estado de Minas Gerais (Senge-MG). Para o presidente da entidade, Raul Otávio da Silva Pereira, a iniciativa tem como objetivo debater essa “nova realidade que se apresenta no mundo do trabalho”. Raul fez um comparativo entre a primeira e a quarta revolução industrial. “ A primeira e a quarta revolução industrial têm características destrutivas do aspecto da mão de obra. Surgem novas tecnologias que até então não existiam. No caso da indústria 4.0, o aprimoramento de uma tecnologia, de uma forma de comunicação que já existia, mas que passa a existir de uma forma bem mais rápida, bem mais forte”, constata.

O engenheiro e vice-presidente da Federação Interestadual de Sindicatos de Engenheiros (Fisenge), Ubiratan Félix destacou a possibilidade de as inovações tecnológicas aprofundarem as desigualdades sociais. “ Precisamos defender um conjunto de pressupostos éticos associados à igualdade social e a garantia de direitos. Uma das propostas seria a diminuição da carga horária sem diminuição salarial para garantir tempo de estudo”.


O presidente do Senge-MG, Raul Otávio da Silva Pereira

O presidente do Crea-MG, Lúcio Fernando Borges, reconheceu a grande evolução da Inteligência Artificial e reconheceu o SIIA como uma oportunidade de aprendizado. O chefe de gabinete da presidência do Conselho Federal de Engenharia e Agronomina (Confea), Luiz Antônio Rossafa, disse que o tema será pauta do Congresso Nacional que será realizado pelo Confea em setembro, em Palmas. “Discutir essas questões tecnológicas para gerar diretrizes de políticas públicas e dar conta de um cenário, digamos assim, pouco amistosos par ao enfrentamento da engenharia nacional”.

O Suíço Alex Hogback, da UNI Global Union, disse que é importante falar do que é a Inteligência Artificial, mas também é importante falar do que ela não é, quebra mitos e falar de seus desafios.

 


O robozinho R2D2 foi atração do SIIA


A cobra robô e o mini-robô também foram atrações


A impressora 3D também foi atração

Veja mais fotos em nosso facebook.

 

 

Texto e fotos: Carol Diamante

 

Cadastre-se e receba o Senge Online, a newsletter semanal do Senge-MG.

* Nome:
* E-mail:
* Empresa:
Telefone:
Código:

NEGOCIAÇÕES COLETIVAS

|Selecione o ano:
T: 9

ACORDOS E CONVENÇÕES

SINDICATO DE ENGENHEIROS NO ESTADO DE MINAS GERAIS

Rua Araguari, 658 • Barro Preto • BH / MG
CEP: 30190-110
(31) 3271 7355 • (31) 3546 5150
sengemg@sengemg.com.br

Negociações Coletivas:
(31) 3271-7355 | E-mail: nc@sengemg.com.br
Página Inicial Facebook Twitter Instagram YouTube WebMail
2019, SENGE MG - SINDICATO DE ENGENHEIROS NO ESTADO DE MINAS GERAIS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS