Página Inicial Facebook Twitter Instagram YouTube WebMail

Senge-MG apresenta reivindicações para o governo do Estado

Postado em: 07/02/2011

Em reunião realizada no dia 4 de fevereiro, o Sindicato de Engenheiros no Estado de Minas Gerais (Senge-MG) apresentou à Secretária de Estado de Relações Institucionais de Minas Gerais, Maria Coeli Simões Pires, carta com as reivindicações da categoria com relação ao Governo do Estado. O presidente do Senge-MG, Raul Otávio da Silva Pereira, expôs as demandas dos engenheiros e engenheiras, começando por propor a participação dos trabalhadores nos Conselhos Administrativos das empresas estatais. “Queremos que seja analisada a viabilidade e a disponibilidade de se fazer em nível estadual o que foi feito em nível federal com a Lei 13.353, sancionada em dezembro de 2010. Esta lei garante a presença de trabalhadores como conselheiros nas estatais federais que tiverem mais 200 empregados”, explicou.

Outra questão abordada foi a do Salário Mínimo Profissional. De maneira contundente, o presidente do Sindicato de Engenheiros deixou clara a insatisfação da categoria com o desrespeito ao piso salarial. “Percebemos a total falta de padrão no tratamento dispensado aos engenheiros nas empresas vinculadas ao Estado. Com isso, um número cada vez maior desses engenheiros tem saído das estatais em busca dos melhores salários oferecidos no mercado.” Para Raul Otávio, este é um cenário extremamente preocupante, uma vez que as companhias não estão repondo os funcionários perdidos. “Essas empresas vão secar. Elas não podem funcionar sem engenheiros”, afirmou.

Na reunião, o presidente ainda ofereceu ao Estado a colaboração do Senge-MG para as questões ligadas à engenharia e expôs a vontade do sindicato de participar de conselhos, comissões e grupos de trabalho. “Temos interesse em participar principalmente dos Conselhos de Energia e de Geologia, que são instâncias importantes para engenheiros e engenheiras. Além disso, conceder essa participação seria um sinal de boa vontade por parte do governo que agradaria à categoria”, finalizou Raul Otávio.

Maria Coeli, secretária de Estado de Relações Institucionais de Minas Gerais, se comprometeu a analisar as reivindicações do Senge-MG e passá-las para a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e também para a Secretaria da Copa. Além disso, a secretária considerou de grande importância a postura do Sindicato de procurar abrir os canais de diálogo com o governo estadual. “Estamos em um terceiro momento de governo, de implantar novas estratégias, novas redes de discussões e novas pautas. Assim, a participação de todos os segmentos e setores é legítima e muito bem vinda”, disse.

Confira aqui a carta


Raul Otávio da Silva Pereira, presidente do Senge-MG, entregou carta com reivindicações
para a secretária de Relações Institucionais de MG, Maria Coeli Simões Pires.


Enviado por: Luiza Nunes

Cadastre-se e receba o Senge Online, a newsletter semanal do Senge-MG.

* Nome:
* E-mail:
* Empresa:
Telefone:
Código:

NEGOCIAÇÕES COLETIVAS

|Selecione o ano:
T: 9

ACORDOS E CONVENÇÕES

SINDICATO DE ENGENHEIROS NO ESTADO DE MINAS GERAIS

Rua Araguari, 658 • Barro Preto • BH / MG
CEP: 30190-110
(31) 3271 7355 • (31) 3546 5150
sengemg@sengemg.com.br

Negociações Coletivas:
(31) 3271-7355 | E-mail: nc@sengemg.com.br
Página Inicial Facebook Twitter Instagram YouTube WebMail
2019, SENGE MG - SINDICATO DE ENGENHEIROS NO ESTADO DE MINAS GERAIS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS