Página Inicial Facebook Twitter Instagram YouTube WebMail

FURNAS

Cadastre-se e recebe informações sobre a sua campanha.

* Nome:
* E-mail:
Empresa:
Telefone:
          Negociações: FURNAS
Código:
Data Base: 1º de novembro
Diretor responsável: Fernando Queiroz

Sugestões:
• E-mail: nc@sengemg.org.br
• Tel.: (31) 2510-4649 | (31) 2510-4378 | (31) 2510-5387 | (31) 2510-5318



ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Furnas

Ato na Hidrelétrica de Furnas alerta para prejuízos de possível privatização do Setor Energético

Postado em: 11/04/2018

A barragem da Hidrelétrica de Furnas, em São José da Barra (MG), foi palco do ato ocorrido contra a privatização do Sistema Eletrobras, no dia 09 de abril. Estiveram presentes cerca de 40 prefeitos, além de deputados estaduais e federais, funcionários de Furnas e sindicalistas.

O Sindicato de Engenheiros no Estado de Minas Gerais (Senge-MG) foi um dos idealizadores deste movimento. O diretor do sindicato, Fernando Queiroz, explicou uma das consequências da privatização do setor energético para o país. “Privatizar o que? Na verdade, o que se deseja é extinguir a participação do povo nesta fonte inesgotável de recursos? Inesgotável, inclusive, se não estiver em mãos ávidas pelo lucro a qualquer custo. A Usina de Belo Monte é um exemplo cabal de que a iniciativa privada visa o lucro a qualquer custo. A iniciativa privada aliou-se em um cartel, fraudou a licitação e não cumpriu o projeto de conservação ambiental, lesando o povo duplamente através de prejuízos financeiros e ambientais. Donald Trump está tachando o aço importado para proteger empresas estadunidenses, enquanto o Brasil segue na contramão e quer entregar seu patrimônio riquíssimo a empresários estrangeiros.”

O processo de privatização da Eletrobrás tem seu trâmite através da medida provisória 814 e do Projeto de Lei (PL) 9.463. Se ocorrer a privatização do Sistema Eletrobras, incluindo sua subsidiária Furnas Centrais Elétricas, a população brasileira será penalizada diretamente, uma vez que haverá reajuste tarifário, pois o modelo proposto pelo governo irá descotizar as usinas do grupo Eletrobras, que hoje vendem a energia a preços módicos, tendo em vista que as usinas já foram amortizadas. Sendo assim, os novos donos poderão vender a energia no preço do mercado livre. Segundo cálculos da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) o reajuste para o consumidor final poderá chegar a 16,9%. O impacto disso incidirá negativamente sobre os índices de inflação.

Outro fator importante diz respeito ao uso harmônico da água. Além de ser utilizada para a geração de energia, tem que se levar em conta o suprimento das cidades, o lazer, entre outros, o que a Eletrobrás faz com competência. Nas mãos de empresas estrangeiras, cuja a premissa principal é o lucro, esse uso harmônico da água ficará comprometido.

Veja aqui a repercussão do ato na imprensa:

Leia também:

 

 

Foto de capa: Assessoria de Comunicação do Dep. Est. Emidinho Madeira 

Texto: Carol Diamante

Cadastre-se e receba o Senge Online, a newsletter semanal do Senge-MG.

* Nome:
* E-mail:
* Empresa:
Telefone:
Código:

NEGOCIAÇÕES COLETIVAS

Selecione o ano:

ACORDOS E CONVENÇÕES

SINDICATO DE ENGENHEIROS NO ESTADO DE MINAS GERAIS

Rua Araguari, 658 • Barro Preto • BH / MG
CEP: 30190-110
(31) 3271 7355 • (31) 3546 5151

Negociações Coletivas:
(31) 3271-7355 | E-mail: nc@sengemg.com.br
Página Inicial Facebook Twitter Instagram YouTube WebMail
2018, SENGE MG - SINDICATO DE ENGENHEIROS NO ESTADO DE MINAS GERAIS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS