Página Inicial Facebook Twitter Instagram YouTube WebMail

Ferro 12

Ferro 12 é realizado pela primeira vez na América do Sul

Postado em: 17/07/2018

O 12º Simpósio Internacional de Ferrocimento e Compósitos Cimentícios Delgados: a Tecnologia na Escala Humana (Ferro 12) teve início na manhã desta segunda-feira (16/07), no Crea-MG e vai até o dia 18/07. O Senge-MG é um dos organizadores do evento, juntamente com o Crea-Minas, a Copasa, e a Sociedade Brasileira de Ferrocimento – SBF.

O Ferro 12 acontece pela primeira vez na América do Sul. Em 2015, a equipe que fez parte da organização do simpósio no Brasil participou do mesmo evento realizado na Alemanha com o objetivo de trazê-lo para cá. Foi então que se criou a Sociedade Brasileira de Ferrocimento. O Simpósio faz parte de uma série de eventos que vem acontecendo desde a década de 70. A realização em Minas Gerais é motivo de orgulho para o diretor do Senge-MG, Alírio Mendes Júnior. “Este evento ocorrido no Brasil, especificamente na nossa terra, nos honra muito, nos orgulha muito.”

 


o diretor do Senge-MG Alírio Mendes Júnior

 

O Presidente da SBF, Sávio Nunes Bonifácio, tem boas expectativas em relação ao Ferro 12. “Aqui será apresentado o que há de mais avançado dos materiais compósitos cimentícios no mundo. Teremos experiências de outros e outras profissionais que, com dificuldades semelhantes ou diferentes, como terremotos, barcos de pesca, piscinas olímpicas e muito mais, mostrarão as suas experiências. Nós também mostraremos nossas frentes de enfretamento. Temos a corrosão dos gases das Estações de Tratamento de Água e de Esgoto, principalmente. Esperamos estar plantando em cada um e em cada uma a semente deste material.”

 


 Presidente da SBF, Sávio Nunes Bonifácio

 

Para o presidente do Crea Minas, Lúcio Borges, “O Ferrocimento é uma tecnologia que coloca a Engenharia como protagonista de práticas sustentáveis. O estímulo à pesquisa e a utilização de materiais mais baratos e menos poluentes na Construção Civil contribuem com a universalização da Engenharia. O presidente do Crea lembrou, ainda, como podemos ampliar o uso do Ferrocimento no estado mineiro. “Aqui em Minas essa tecnologia tem sido utilizada pela Copasa desde o início da década de 90, na construção de reservatórios, Estações de Tratamento de Água, Estações de Tratamento de Esgoto. Mas sabemos que o uso do Ferrocimento pode ser ampliado, inclusive para a construção de moradias populares. É uma forma de contribuir com a solução do déficit habitacional, que de acordo com a Fundação João Pinheiro, entre 2014 e 2015, aumento em 20 dos 27 Estados Brasileiros.”  

 


O presidente do Crea Minas, Lúcio Borges

 

Abertura- Além do presidente do Crea-MG, do presidente da SBF e do diretor do Senge-MG, participaram da abertura do Ferro 12 o presidente da Sociedade Internacional de Ferrocimento, Antoine Naaman; o vice-prefeito de Belo Horizonte, Paulo Lamac; o Secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas, Murilo Valadares; o assessor da diretoria da Usiminas Henrique Eleto; o presidente da Urbel, Cláudios Vinícios de Leite Pereira e o vice-presidente da Copasa, Tadeu Mendonça. O evento contou, ainda, com a presença de parlamentares, professores internacionais, deputados e engenheiros e engenheiras de diversas áreas.

 


O Ferro 12 acontece pela primeira vez na América do Sul

 

Ferro 12- O simpósio é composto de quatro eixo temáticos: Novos Materiais e Tecnologias; Análises, Projeto e Construção; Aplicação em Obras de Habitação, Saneamento, Lazer, dentre outros e Desastres Naturais, Corrosão, Durabilidade e Outros.

Sua realização tem como objetivos: fomentar o Estado da Arte dos últimos avanços e pesquisas no campo do Ferrocimento e Compósitos Cimentícios Delgados, incluindo a Argamassa Reforçada com Tecidos Naturais e Sintéticos (TRC); formar um “Fórum” de especialistas mundiais para a troca de conhecimentos e experiências, entre pesquisadores e executores nacionais e internacionais; identificar lacunas técnicas com necessidades de pesquisas imediatas e apontar as direções a seguir.

 


O Ferro 12 acontece no auditóriodo Crea Minas
 

Ferrocimento-  A Sociedade Internacional de Ferrocimento (IFS) define ferrocimento como uma pequena lâmina de argamassa reforçada, construída com cimento Portland, reforçada com telas de malhas de arame contínuo de pequeno diâmetro que podem se de aço ou de outro material adequado.

No Brasil, o Ferrocimento chegou na década de 50 com a visita do professor italiano Pier Luigi Nervi na Escola de Engenharia de São Carlos, da Universidade de São Paulo (USP). Assim, os professores Dante Martinelli e Frederico Schiel criaram o “Grupo de São Carlos”- que se dedicou à pesquisa e ao desenvolvimento do Ferrocimento no Brasil, criando a Argamassa Armada.

 

Enviado por: Carol Diamante

Cadastre-se e receba o Senge Online, a newsletter semanal do Senge-MG.

* Nome:
* E-mail:
* Empresa:
Telefone:
Código:

NEGOCIAÇÕES COLETIVAS

Selecione o ano:

ACORDOS E CONVENÇÕES

SINDICATO DE ENGENHEIROS NO ESTADO DE MINAS GERAIS

Rua Araguari, 658 • Barro Preto • BH / MG
CEP: 30190-110
(31) 3271 7355 • (31) 3546 5151

Negociações Coletivas:
(31) 3271-7355 | E-mail: nc@sengemg.com.br
Página Inicial Facebook Twitter Instagram YouTube WebMail
2018, SENGE MG - SINDICATO DE ENGENHEIROS NO ESTADO DE MINAS GERAIS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS