Página Inicial Facebook Twitter Instagram YouTube WebMail

Energias Renováveis

Avança o uso de fontes de energia alternativas no Brasil. Veja alguns casos de sucesso!

Postado em: 15/07/2016

O Brasil é o país com a maior taxa de irradiação solar do mundo – recebe uma insolação (número de horas de brilho do Sol) superior a 3.000 horas por ano. No entanto, de acordo com dados de 2015, do total da matriz energética brasileira, menos de 0,0008% é produzido através de sistemas solares fotovoltaicos.

Já a energia eólica responde por 0,2% da energia produzida no país. Em 2005, a capacidade instalada de geração através da energia eólica no Brasil era de 25MW. Em 2014, a marca chegou a 4.500MW, com 181 parques eólicos instalados, que evitam que 4 milhões de toneladas de CO2 sejam jogados, por ano, na atmosfera. Em 2013, o país estava em 13º no ranking de países com maior produção de energia eólica.

O uso de fontes alternativas de energia já está se tornando realidade em algumas empresas instaladas no Brasil. É o que mostra a reportagem da GloboNews para o Cidades e Soluções. No vídeo, vemos um caso de sucesso de uma montadora de automóveis situada no estado de São Paulo que funciona toda à base de energia eólica gerada no Rio Grande do Sul. Hoje, a energia gerada na usina eólica localizada no sul do país é mais do que suficiente para suprir as necessidades energéticas da montadora de automóveis, chegando até mesmo a sobrar energia. A energia que sobra é vendida pela montadora.

Assista aqui!

Enviado por: Luiza Nunes 

Cadastre-se e receba o Senge Online, a newsletter semanal do Senge-MG.

* Nome:
* E-mail:
* Empresa:
Telefone:
Código:

NEGOCIAÇÕES COLETIVAS

|Selecione o ano:
T: 9

ACORDOS E CONVENÇÕES

SINDICATO DE ENGENHEIROS NO ESTADO DE MINAS GERAIS

Rua Araguari, 658 • Barro Preto • BH / MG
CEP: 30190-110
(31) 3271 7355 • (31) 3546 5150
sengemg@sengemg.com.br

Negociações Coletivas:
(31) 3271-7355 | E-mail: nc@sengemg.com.br
Página Inicial Facebook Twitter Instagram YouTube WebMail
2019, SENGE MG - SINDICATO DE ENGENHEIROS NO ESTADO DE MINAS GERAIS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS