Página Inicial Facebook Twitter Instagram YouTube WebMail

Eleições Municipais 2016

Candidatos (as) engenheiros (as) são indispensáveis para o desenvolvimento dos municípios

Postado em: 27/09/2016

No dia 2 de outubro de 2016, os brasileiros e brasileiras voltam às urnas, dessa vez para escolher seus representantes, em nível municipal, do poder executivo e legislativo. No pleito deste ano serão escolhidos prefeitos e vice-prefeitos, além dos vereadores que irão legislar pelos próximos quatro anos.

Cada eleitor tem, em suas mãos, o poder de mudar, de renovar ou até mesmo de manter os políticos onde eles estão. Por isso, é sempre importante votar com consciência, levando em consideração o caráter dos candidatos, assim como a sua trajetória pessoal e política.

É indispensável, também, que certas categorias, fundamentais no processo de desenvolvimento e evolução da sociedade, se façam presentes nos poderes Executivos e Legislativos. E uma dessas categorias é a da Engenharia. “A participação de engenheiros nesses espaços pode garantir aos mesmos a possibilidade de entender, sob a ótica e argumentação dos engenheiros que eventualmente forem eleitos como representantes, a importância intrínseca da Engenharia no desenvolvimento das cidades, estados e do país. A Engenharia, se analisarmos cuidadosamente, está presente nos mais diversos momentos de nosso dia a dia. Basta observar”, acredita o presidente do Senge-MG, Raul Otávio da Silva Pereira.

Para Raul Otávio, os candidatos (as) engenheiros (as) devem difundir e consolidar a visão da importância da Engenharia para o cidadão comum. “Não é suficiente que a Engenharia se considere importante, em uma visão corporativa que acarreta equívocos. É importante que o cidadão sinta que a Engenharia é importante, e que demande os setores público e privado para a implementação de soluções técnicas para o seu dia a dia, seja no espaço urbano, seja na sua residência, seja em seu trabalho”, afirma.

Como a Engenharia está presente em todos os aspectos de nossas vidas, o horizonte de projetos que tais candidatos (as) podem e devem apresentar é muito amplo. Desde a coleta e descarte de lixo até a definição de zoneamentos residenciais, passando por iluminação pública e definições de trânsito (apenas para dar um pequeno exemplo), para cada um deles há necessidade de uma solução que passa obrigatoriamente pela Engenharia. “A partir do momento em que os governantes e a população incorporarem essa noção, aí sim haverá condições para atuação efetiva dos engenheiros e engenheiras nos espaços de poder. Esta representação na Câmara de Vereadores por Engenheiros (as), facilitaria muito a interlocução entre os técnicos das diversas áreas da Prefeitura, facilitando a identificação e solução de problemas da cidade através de proposições de leis e pareceres nas respectivas comissões, além de uma constante luta e defesa da valorização dos profissionais do município”, conclui o presidente do Senge-MG.

Não deixe de pesquisar sobre os (as) candidatos (as) engenheiros (as) no seu município. Analise bem e veja se as propostas destes candidatos são válidas e se elas podem mesmo ajudar no desenvolvimento do seu município. Dê uma chance para a Engenharia! 

 

 

Enviado por: Luiza Nunes 

 

Cadastre-se e receba o Senge Online, a newsletter semanal do Senge-MG.

* Nome:
* E-mail:
* Empresa:
Telefone:
Código:

NEGOCIAÇÕES COLETIVAS

|Selecione o ano:
T: 9

ACORDOS E CONVENÇÕES

SINDICATO DE ENGENHEIROS NO ESTADO DE MINAS GERAIS

Rua Araguari, 658 • Barro Preto • BH / MG
CEP: 30190-110
(31) 3271 7355 • (31) 3546 5150
sengemg@sengemg.com.br

Negociações Coletivas:
(31) 3271-7355 | E-mail: nc@sengemg.com.br
Página Inicial Facebook Twitter Instagram YouTube WebMail
2019, SENGE MG - SINDICATO DE ENGENHEIROS NO ESTADO DE MINAS GERAIS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS