Página Inicial Facebook Twitter Instagram YouTube WebMail

Câmara da Indústria da Construção

Senge inicia processo de aproximação entre engenheiros e empresas no Estado de Minas Gerais

Postado em: 08/03/2016

O diretor do Senge- MG, João José Magalhães Soares, se reuniu com a CIC - Câmara da Indústria da Construção, na Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), no dia 25 de fevereiro, para apresentar o Senge e todos os serviços prestados pelo Sindicato aos seus associados, aos engenheiros e engenheiras de Minas Gerais e à sociedade. “Foi uma oportunidade de demonstrar que o Senge-MG tem uma grande preocupação social e técnica e que as suas ações são focadas não só nos engenheiros e engenheiras, mas também na sustentabilidade dos empregos, das empresas, do estado e da sociedade”, esclarece João José.

O diretor do Sindicato de Engenheiros demostrou a todos a preocupação do Senge com a capacitação dos engenheiros e engenheiras através dos eventos realizados no Sindicato, como palestras e worshops, bem como das cartilhas produzidas e disponibilizadas no site da entidade para acesso irrestrito de todos. Ele apresentou a universidade corporativa do Senge-MG, a Unisenge, que está iniciando um processo para melhorar a preparação dos engenheiros e engenheiras de forma a contribuir com a capacitação e produtividade destes profissionais. Nela, são oferecidos, através de parcerias com universidades, faculdades e demais centros de formação, descontos em cursos de graduação, pós-graduação, MBA e mestrado para os associados do Sindicato de Engenheiros. O Senge-MG colocou a possibilidade de, através da Unisenge, realizar eventos conjuntos para os engenheiros e engenheiras dos sindicatos patronais como forma de juntos, melhorarem a empregabilidade, formação e capacitação destes no desempenho de suas atribuições profissionais.



O diretor do Senge-MG, João José, apresentou os serviços do Sindicato de Engenheiros para os membros da Câmara da Indústria da Construção.


João José mostrou, ainda, os convênios do sindicato com escolas de inglês, planos de saúde, clínicas, restaurantes, oficinas, hotéis, entre outros. Tudo com descontos significativos para os associados. Ele colocou como são feitas as homologações de rescisões de contratos de trabalho e a importância destas para os engenheiros e para as empresas, sempre feitas de forma a proteger empregados e empregadores. Foi mostrado, ainda, o trabalho realizado pelo setor de Negociações Coletivas, que está sendo baseado neste ano de 2016 em um planejamento estratégico condizente com a realidade do ano para trabalhadores e empregadores. A importância do salário mínimo profissional dos engenheiros para os profissionais e empresas e o trabalho do jurídico como forma de proteger os direitos trabalhistas dos engenheiros e engenheiras de Minas Gerais, também fizeram parte da apresentação do diretor do Senge-MG.

Outro projeto do Sindicato e que foi apresentado é o Coletivo de Mulheres. Formado por um grupo de engenheiras, o coletivo pauta temas relacionados às mulheres no mercado de trabalho e em outros espaços de representação, visando identificar problemas e desenvolver ações que busquem a valorização e o empoderamento feminino.



 

Outro serviço do Senge-MG que foi apresentado é o Senge Presente, que tem o objetivo de levar para o interior de Minas Gerais as atividades e serviços do Sindicato, aproximando, assim, o Senge dos engenheiros que não estão na capital. Para contribuir com a formação dos estudantes de engenharia, o Sindicato possui o projeto Senge Jovem. Nele, os futuros engenheiros têm a oportunidade de debater as tendências da profissão, despertar a consciência política, além de se inteirarem dos direitos e deveres dos futuros profissionais.



 

Na apresentação foi lembrado a todos a importância de cada um dos momentos de formação da engenharia em Minas Gerais que vão desde a inicialização nas escolas de engenharia até a integração através das associações, proteção sindical, seja dos trabalhadores ou das empresas, como forma de preservar os direitos dos sindicalizados, sejam estes de trabalhadores ou patronais. Foi lembrada, ainda, a importância dos conselhos para regulamentação e fiscalização da profissão em Minas Gerais, protegendo assim a sociedade.



 

Contribuição Sindical

Ao final, o diretor do Senge-MG solicitou a todos que orientem aos RHs das empresas para que o repasse da contribuição sindical seja feita aos sindicatos dos trabalhadores ligados a cada categoria, de forma condizente com os profissionais destes, ou seja, contribuição dos engenheiros para o Sindicato dos Engenheiros, contribuição dos administradores para o Sindicato dos Administradores e assim por diante, e que não façam o repasse apenas para um único sindicato. “Está ação faz com que os sindicatos possam, cada vez mais, focar as suas ações para os seus profissionais representados e, desta forma, cumpram o estabelecido na CLT”, esclarece João José que, ao final, solicitou a todos para orientarem o RH das empresas para fazerem esta separação por sindicatos.

Segundo João José, a ideia principal do Senge nesta apresentação foi criar um movimento forte em defesa da engenharia e dos engenheiros e engenheiras mineiros de forma sustentável e envolvendo todos interessados na sustentabilidade da engenharia em Minas Gerais.



Foram divulgados os projetos e os serviços do Senge-MG que beneficiam os engenheiros e as engenheiras de Minas Gerais.

Cadastre-se e receba o Senge Online, a newsletter semanal do Senge-MG.

* Nome:
* E-mail:
* Empresa:
Telefone:
Código:

NEGOCIAÇÕES COLETIVAS

|Selecione o ano:
T: 9

ACORDOS E CONVENÇÕES

SINDICATO DE ENGENHEIROS NO ESTADO DE MINAS GERAIS

Rua Araguari, 658 • Barro Preto • BH / MG
CEP: 30190-110
(31) 3271 7355 • (31) 3546 5150
sengemg@sengemg.com.br

Negociações Coletivas:
(31) 3271-7355 | E-mail: nc@sengemg.com.br
Página Inicial Facebook Twitter Instagram YouTube WebMail
2019, SENGE MG - SINDICATO DE ENGENHEIROS NO ESTADO DE MINAS GERAIS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS