Página Inicial Facebook Twitter Instagram YouTube WebMail

1º AGE preparatória para o 9º Consenge é realizada em Juiz de Fora

Postado em: 06/06/2011

Na primeira Assembleia Geral Extraordinária (AGE) preparatória para o 9º Consenge, que vai acontecer em setembro, em Rondônia, foi realizada em Juiz de Fora, no último dia 26 de maio. Na ocasião, foram eleitos dois delegados da Regional da Zona da Mata, que irão representar o Senge-MG, juntamente com os demais delegados que ainda serão eleitos. São delegados o diretor João Queiroz e o diretor Silvio Rogério Fernandes. Como suplentes foram eleitos Carlos Alberto de Oliveira Joppert e Eduardo Barbosa Monteiro de Castro.

Na AGE, o diretor João Queiroz fez uma breve explanação sobre os três temas do Congresso deste ano, falando principalmente sobre a Cidade Sustentável que, a seu ver, possui suportes deficientes para sua expansão e sustentabilidade. Já o diretor Silvio Rogério Fernandes, falou que, segundo informações de Gilson Queiroz, presidente do Crea-MG e novo presidente da Funasa, foram aplicados apenas 30% dos recursos disponibilizados pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), o que foi considerado um “desempenho baixo” pelo presidente da Funasa.

Silvio relatou, ainda, que Gilson Queiroz disse que salta aos olhos a questão das obras públicas paralisadas no país. Na Funasa existem 776 empreendimentos paralisados. Foi investido recurso público, foi construído parte e eles não estão funcionando. O principal investimento que devemos fazer nesse momento é finalizar esses empreendimentos – prometeu Queiroz. Segundo ele, os engenheiros não têm liberdade para mudar obras em andamento por excesso de burocracia. Gilson disse, ainda, que é necessário que as obras do PAC na área de Habitação sejam precedidas de toda infraestrutura (saneamento), intensificando a educação ambiental.

Sobre o tema Energia, Recursos Minerais e Desenvolvimento, refletiu-se sobre a necessidade de apropriação pelo povo brasileiro das riquezas provenientes da exploração das reservas petrolíferas do pré-sal, dada sua enorme capacidade de geração de recursos. O último tema, a Integração da América Latina também foi discutido, dando-se destaque para a necessidade de convivência democrática entre as correntes políticas dominantes, bem como a importância do Brasil neste processo, tanto da integração, como da consolidação da democracia no Continente Latino Americano.

Proposta

A proposta tirada para a apreciação do Senge-MG foi feita com relação aos Planos de Resíduos Sólidos e Plano de Saneamento (Política de Saneamento Urbano). A proposta sugere que a União e o Estado promovam a capacitação de equipes que sejam aptos a interagir com os municípios e que garantam o amadurecimento político, para não se perder o trabalho realizado, a cada mudança de administração. Para tanto, sugere a criação de diretrizes consistentes para elaboração de planos de saneamento para todos os municípios do país. Com discursos convergentes nas bases é que haverá consistência nas ações para efetivar políticas públicas para solucionar os problemas de saneamento e iniciar o processo para Cidades Sustentáveis.

Enviado por: Luiza Nunes.

Cadastre-se e receba o Senge Online, a newsletter semanal do Senge-MG.

* Nome:
* E-mail:
* Empresa:
Telefone:
Código:

NEGOCIAÇÕES COLETIVAS

|Selecione o ano:
T: 9

ACORDOS E CONVENÇÕES

SINDICATO DE ENGENHEIROS NO ESTADO DE MINAS GERAIS

Rua Araguari, 658 • Barro Preto • BH / MG
CEP: 30190-110
(31) 3271 7355 • (31) 3546 5150
sengemg@sengemg.com.br

Negociações Coletivas:
(31) 3271-7355 | E-mail: nc@sengemg.com.br
Página Inicial Facebook Twitter Instagram YouTube WebMail
2019, SENGE MG - SINDICATO DE ENGENHEIROS NO ESTADO DE MINAS GERAIS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS